sábado, 11 de fevereiro de 2012

Fevereiro de luto para a música romântica.



O mês de fevereiro está sendo um mês de luto para quem gosta de música romântica - E quem não gosta? - pelo menos seis mil pessoas estiveram no enterro do cantor Wando, cantor romântico que morreu aos 66 anos, depois de compor mais de quatrocentas músicas.

Apesar de iniciar a carreira como compositor de samba, o cantor é famoso por baladas, temas de novelas.

Wando morreu depois de uma luta intensa contra um ataque cardíaco e, mesmo depois apresentar uma ligeira melhora, não resistiu.

As letras de suas músicas eram sempre cativantes e populares, com refrões como:

"Coisa, coisa cristalina, mata meu desejo, mata minha sede..."

"Eu quero me enrolar nos seus cabelos, abraçar teu corpo inteiro, morrer de amor e de amor me perder."

"Chora coração, Chora coração, passarinho na gaiola, feito gente na prisão."

"Você é luz, é raio, estrela e  luar, manhã de sol, meu iá iá iá, meu iô iô iô."

Agora foi a primeira dama da música romântica internacional, Whitney Houston, debilitada por uma longa batalha contra as drogas, quem sucumbiu.

Whitney Houston foi uma cantora precoce cuja carreira eu acompanhei bem de perto, desde  o rock "How Will I Know", na minha adolescência, até "I Will Allways Love You", no auge de sua carreira, quando chegou a fazer par romântico com Kevin Kostner no cinema. Ganhou os prêmios mais importantes da música e conseguia surpreender até pessoas como eu, que não era adepto de seu estilo de cantar.

Depois de alcançar o sucesso rapidamente, ainda jovem, a cantora manteve-se no topo durante um bom tempo, graças a sua voz incomparável, aí, vieram as drogas e o seu destino não foi diferente de tantos outros mitos da música mundial.

Com as drogas, sua carreira foi interrompida, apesar disso, lutou e conseguiu sobreviver.

Sua morte precoce deixa no ar a suspeita de que as drogas deixaram sequelas e, assim como chegou rápido ao estrelato, também deixou o palco da vida ainda jovem, com apenas 48 anos.

Whitney Houston foi encontrada morta em um hotel de Los Angeles, neste sábado as 15:55 hrs.

Graças a sua música, Whitney Houston será eterna, porém a jovem, discreta e insegura cantora, que faz lembrar da recente morte de Amy winehouse, que começou seu sucesso já presa ao vício, pouca gente deve ter conhecido.

São cantoras que demonstram muita personalidade, graças a suas vozes mas, na realidade, as aparências enganam.

By Jânio
Postar um comentário