quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A nudez de pessoas vestidas




Mulheres nuas ou mulheres vestidas, como as mulheres ficam mais atraente?

Durante milhares de anos a nudez feminina foi exposta nas vitrines e, nessa volta a idade média, a história começa a se repetir.

Segundo noticiários internacionais, as estudantes inglesas estariam se prostituindo para tentar se manter, depois do início da crise. Aqui, no Brasil, isso não é novidade.

No Brasil, as pessoas tinham alguma restrição  na época da ditadura, depois desse tempo, nem a maior praga do século, a AIDS, foi capaz de conter os desejos libidinosos.

Não se trata apenas de nudez e prostituição, isso é coisa da idade média, hoje o poder se tornou muito mais diabólico. As pessoas podem ficar expostas em realities shows, num espetáculo assumidamente voyeur, onde as pessoas assinam contrato para desempenhar um papel, como autênticos dublês de corpo, expondo-se para o mundo inteiro, através da internet, as suas fraquezas, medos e angústias, também podem ser vítimas de câmeras indiscretas.

Outro dia, alguém me perguntou porque as pegadinhas brasileiras eram melhores que as estrangeiras. A resposta foi imediata, no Brasil não há lei, portanto, os escândalos não são produzidos, são todos gravados ao vivo.

Se uma pessoa participa de um Big Brother, o reality show mais conhecido do mundo, pode ter uma chance de cerca de cinco por cento de ganhar um prêmio e se tornar milionário. Caso não consiga ganhar, sua ambição será ainda maior, e aceitará propostas para posar para revistas masculinas ou GLS.

A Playboy brasileira sempre foi destacada das estrangeiras, por exibir ensaios fotográficos de pessoas realmente famosas. Leila lopes passou pela revista, mas foi depois de dois filmes pornográficos que ela reconheceu que ganhou muito dinheiro, comprando apartamento e guardando dinheiro.

A história de Leila Lopes desfaz o mito de que a Playboy paga verdadeiras fortunas para exibir a nudez de suas escolhidas. As fofocas servem para valorizar o cachê, inclusive tentando justificar a nudez através de supostas somas milionárias, oferecidas aos escolhidos.

Os pintores clássicos entraram em conflito, durante uma determinada época, para decidirem o que era mais sensual e bonito na arte, a mulher nua ou a mulher vestida, e essa não foi a primeira vez que isso ocorrera.

Já na pré-história, haviam culturas que desafiavam os padrões tradicionais.

A nudez foi sinônimo de liberdade, e pôde ser observada na pintura, escultura e até na nudez sugerida, como é o caso da literatura.

A nudez também foi sinônimo de poder no Império Romano, quando as pessoas optavam por ceder aos caprichos dos imperadores ou morrer.

Os naturistas adotam o nudismo como uma filosofia, a ponto de afirmarem que não são nudistas, mas sim naturistas. Nudistas, nesse caso, seriam pessoas que gostam de se exibir, como numa praia ou em outras situações, enquanto os naturistas gostam de viver nessa condição, ao natural e livre.

Eu acredito que os naturistas devem vencer muitas neuras, ao ignorarem sua própria nudez, deve ser como uma terapia, mas essa é apenas uma opinião.

Uma tipo vida que não deixa margens às dúvidas, é o modo dos índios.

Os índios vivem de um modo tão natural que se torna difícil  saber qual é a idade de suas origens. Eu, por exemplo, vejo os índios como um povo conservador, ou seja, um povo que demora para efetuar mudanças em seus costumes, apesar de andarem sem roupas.

Quanto mais um índio se veste, mais estranho fica.

Poderíamos ver a nudez associada a inocência mas, devido a natureza maquiavélica do ser humano, fica difícil acreditar que sejamos de fato inofensivos e puros. A ética nos leva a adotar normas e regras que variam de acordo com a época na qual estamos vivendo, como se a nossa mente fosse programada, como eu de fato acredito que sejamos.

As palavras, expressões e costumes de cada época, programam a mente de cada pessoa, forçando-nos inclusive a atos impensados, e é por isso que devemos sentir sempre.

Naturismo, realities e liberdade, tudo isso somado à uma sensação de falsa de segurança, pode nos levar a conflitos profundos de consciência, como aconteceu com Leila Lopes, e isso não é nem um pouco bonito.

By Jânio

Postar um comentário